EN
 
       
  Contactos  
 
     
 
         
 
Baden-Powell        
         
         

Robert Stephenson Smyth Baden-Powell nasceu em Paddington, Londres, a 22 de Fevereiro de 1857, filho de um Reverendo e professor da Universidade de Oxford.
Órfão de pai desde os 3 anos, começou por ter as primeiras aulas com a sua própria mãe, antes de ingressar na escola. Teria, desde cedo, lições de piano e violino, ao mesmo tempo que despertava o seu espírito de aventura, interessando-se pela observação e reconhecimento de percursos, acampando e fazendo expedições de barco à vela na costa sul de Inglaterra ou de canoa no rio Tamisa, usando mapas e bússola, e recorrendo a fogueiras para cozinhar os alimentos.
Viria a ingressar na carreira militar, que o conduziria à Índia, em 1876, enquanto especialista em observação e exploração, fazendo mapas e reconhecimento do terreno.
Rapidamente assumiria funções de treino e formação de outros militares, organizando pequenas patrulhas com um líder e reconhecimento de desempenho, atribuindo distintivos com o tradicional desenho do indicador do ponto cardeal Norte, que viria a inspirar o símbolo do Escutismo.

 

Passaria ainda pela região dos Balcãs, Malta e pela África do Sul, onde se distinguiu na defesa de Mafeking, face aos ataques dos Boers, em 1899/1900.
Regressando a Inglaterra em 1903 como herói nacional, o seu manual “Aids to Scouting” (escrito com fins militares) seria usado por jovens líderes e professores na aprendizagem da observação.
Até que, em 1907, com início a 1 de Agosto, organizaria um campo experimental na ilha de Brownsea (Canal da Mancha), com cerca de 20 jovens (agrupados em 4 patrulhas), visando colocar em aplicação as suas ideias, num acampamento sob a sua liderança, que constituiria o marco fundador do Escutismo.
No ano seguinte, publicaria “Scouting for Boys” (obra traduzida em mais de 35 línguas), que resultaria na formação espontânea de patrulhas de Escuteiros, visando experimentar – colocando em prática – as suas ideias.
Abandonaria a carreira militar em 1910, com 53 anos de idade, dedicando-se então ao desenvolvimento do movimento de Escutistas; em 1920, aquando do primeiro Jamboree Mundial (primeira concentração internacional de escuteiros), viria a ser designado Chefe Mundial.
Já agraciado (pelo Rei Jorge V) com o título de Lord Baden-Powell of Gilwell, regressaria a África, em 1938, num retiro no Quénia, onde viria a falecer em 1941, com 83 anos. A sua esposa, Lady Olave Baden-Powell prosseguiria a sua obra, enquanto viveu, até 1977.
Autor de mais de 30 livros, obteve graduações honorárias de, pelo menos, 6 Universidades.

 
 
LIVROS PUBLICADOS PELA ÉSQUILO:
 
 

     
     
 
 
         
 
       
         
topo mailing